WHERE DO WE GO FROM HERE?

PARA ONDE VAMOS DAQUI, AGORA?


WHERE DO WE GO FROM HERE?

Climate change has shown yet again that the past seven years have been the warmest on record and are we are looking at a temperature rise of 2% rise compared to that of the nineties.

A big push is ongoing to move away from the petrol/ Diesel combustion engine before crude oil deposits are depleted . The electric vehicles will play a part in the transition from fossil fuels but it should be seen as part of the problem not the ultimate , but ultimately electricity has to be produced and from what source of fuel is used.

The failings of the motor industry to develop the combustion engine fit for the twenty first century were brought about by cheap crude oil, this reduced the need to improve the productivity of the combustion engine.

The combustion engine still has a major part to play in future mobility, in fact it should help reduce our reliance on electricity .the airline industry is already looking at moving away from aviation fuels, the lithium battery is not an option and this goes for heavy transport.

By Keith Apps


PORTUGUESE

PARA ONDE VAMOS DAQUI, AGORA?

A mudança climática mostrou mais uma vez que os últimos sete anos foram os mais quentes já registrados e estamos prevendo um aumento de temperatura de 2% em comparação com os anos noventa.

Um grande empurrão está em andamento para nos afastarmos do motor de combustão , gasolina e Diesel antes que os depósitos de óleo cru se esgotem. Os veículos elétricos desempenharão um papel na transição dos combustíveis fósseis, mas devem ser vistos como parte do problema  e não como o último, mas em última análise, a eletricidade deve ser produzida e de que fonte de combustível é usada.

As falhas da indústria automotiva em desenvolver o motor de combustão adequado para o século XXI foram ocasionadas pelo petróleo bruto barato, o que reduziu a necessidade de melhorar a produtividade do motor de combustão.

O motor de combustão ainda tem um papel importante a desempenhar na mobilidade futura; na verdade, deve ajudar a reduzir nossa dependência de eletricidade. A indústria aérea já está pensando em se afastar dos combustíveis de aviação, a bateria de lítio não é uma opção e isso vale para pesados transportes